• Publicidade

Saiba mais sobre os sintomas da inflamação do apêndice, conhecida como apendicite

A apendicite se caracteriza pela inflamação do apêndice. O apêndice é um órgão pequeno e comprido que fica localizado no começo do intestino grosso. Problemas no apêndice e a apendicite são extremamente recorrentes em brasileiros, neste artigo falaremos sobre: como ocorre, os sintomas e o tratamento da apendicite

Como ocorre a apendicite

Normalmente a inflamação do apêndice, conhecida como apendicite, ocorre pelo fato de ser um órgão muito frágil que, ao contato com qualquer tipo de bactéria acaba infeccionando o apêndice e gerando esta apendicite.

Na maioria dos casos, esta infecção bacteriana ocorre a partir de fezes acumulada em restos de materiais que neste processo de digestão acabam entrando em contato com o apêndice.

Sintomas da apendicite

Uma infecção bacteriana é difícil de ser identificado como sintoma aparente. O que ocorre na maioria das pessoas é a falta de apetite, mas este sintoma pode estar atrelado, também, à outras enfermidades.

Fraqueza também é recorrente em pacientes com inflamação do apêndice, bem como febre alta e frequente. Uma dor abdominal começa a aparecer e lentamente e aumenta com o passar dos dias, é a partir deste sintoma que fica um pouco mais simples a identificação do problema.

Perda na concentração acontece já depois de alguns dias, bem com vômitos e náuseas frequentes. Tonturas ao amanhecer também acomete quem sofre com a inflamação do apêndice.

Caso você já esteja sentindo dores abdominais frequentes e contínuas e uma febre leve já esteja aparecendo, a probabilidade de estar com apendicite é alta e nesses casos, um médico deve ser consultado imediatamente. Tomar medicamentos por conta própria nunca é a melhor saída e neste caso pode ser, inclusive, prejudicial à saúde.

Preliminarmente um médico realiza um leve apalpar do lado direito da barriga, identificando que caso as dores sejam fortes ao realizar este toque, o encaminhamento para o ultrassom é feito imediatamente. Só depois de realizar um ultrassom será possível diagnosticar com precisão se um paciente está ou não com apendicite.

Em estágios avançados, o paciente pode até ter prisão de ventre intensa, não evacuando nem liberando gases.

Tratamento da apendicite

O tratamento da apendicite é sempre cirúrgico. A necessidade de ser feito o mais rápido possível se dá pelo fato de que, como o intestino para de funcionar, esta infecção começa a se generalizar por todo o estômago.

Neste caso é necessária uma cirurgia bem mais complexa, chamada de cirurgia laparoscópica, que consiste em 3 furos na cavidade abdominal com o intuito de limpar toda a parte interna do estômago.

Se identificado no começo o processo é extremamente simples, sendo necessário apenas uma micro incisão indolor e de fácil execução.

Conclusão

A inflamação do apêndice pode ser facilmente tratada, depende da disposição do paciente em procurar um médico logo que as dores abdominais apresentarem-se de forma contínua.

Medicamentos não são efetivos no combate a apendicite, sendo sempre necessário o diagnóstico de um médico.

Por fim…

Todo tipo de doença quando conhecida em seu início tem seu tratamento simplificado.

Gostou o artigo? Comente abaixo! COMPARTILHE com seus amigos!

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação. Adoraria aprender tudo sobre fotografia.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe seu comentário

  • Publicidade