• Publicidade

Veja como se prevenir das doenças respiratórias de inverno

O inverno está se aproximando e com ele aumenta a incidência das doenças respiratórias. De acordo com o Sistema Único de Saúde (SUS) o número de internações no país em épocas mais frias em decorrência de problemas respiratórios é bastante elevado.

Os mais afetados são os idosos e as crianças por possuírem a imunidade mais baixa, contudo, todos estão expostos, visto que nesta época temos uma queda na nossa resposta de defesa.

Por que no inverno?

O frio aliado ao tempo seco e menor dispersão dos poluentes pioram a qualidade do ar, ocasionando irritação em nossas mucosas respiratórias. Além disso, as aglomerações em ambientes fechados aumentam nesta época e consequentemente aumenta o risco de infecção.

No inverno a circulação de vírus e bactérias aumenta, tornando o risco de contágio maior podendo causar até mesmo surtos e epidemias. Em razão disso, aumenta a incidência de crises em pacientes que sofrem de doenças crônicas como asma, rinite, alergias e Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DOPC).

Doenças respiratórias mais comuns

Algumas das doenças mais comuns neste período do ano são: bronquite, asma, rinite alérgica, enfisema, sinusite, laringite, pneumonia e resfriado.

A mais comum é o resfriado, causado por edemas e inflamações na mucosa nasal e se não tratado corretamente pode evoluir para casos mais graves como bronquite, asma e pneumonia.

Para as doenças crônicas como enfisema e asma não existe cura, porém o inverno é um período particularmente difícil para os portadores devido ao agravamento das crises.

Prevenção

Prevenção é sempre o melhor remédio. Esteja com a sua saúde fortalecida para enfrentar esta época do ano, beba bastante água para manter as mucosas e vias aéreas hidratadas, higienize bem as mãos – especialmente quando estiver em locais públicos e aglomerados – e mantenha os ambientes arejados.

Para pacientes diagnosticados com doenças respiratórias crônicas, além de todos os cuidados já citados, é importante manter suas visitas médicas em dia e não se esquecer do uso de sua medicação prescrita.

Se diagnosticado com algumas dessas doenças procure imediatamente um médico, pois o tratamento inadequado pode agravar o quadro clínico, apenas um profissional da saúde pode indicar o melhor tratamento para cada caso.

Realização: Plano de Saúde Amil

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação. Adoraria aprender tudo sobre fotografia.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe seu comentário

  • Publicidade